Educação Infantil

A educação infantil na Éspasso Escola abarca cinco turmas que chamamos de Infantis 1, 2, 3, 4 e 5, cada uma delas com crianças de 1 ano, 2 anos, 3 anos, 4 anos e 5 anos, respectivamente.
Para esses pequenos, a dimensão do cuidado toma uma proporção maior. Quanto menor a criança, mais ela precisa de nossa proteção e cuidado. À medida que vão crescendo, vão se tornando mais e mais capazes de se cuidar e este cuidado de si é sempre estimulado por nós.
A brincadeira é também marca do trabalho com os menores. Assim, tudo o que dissemos sobre artes, projetos e linguagens aqui acontece envolto em brincadeira. Os pequenos então brincam de ser artistas, de ser cientistas, de ser atletas, de ser aprendizes. Desenvolvem, brincando, as aptidões que logo permitirão o passo para o universo da leitura e da escrita.
Aprendem, com amor, a respeitar o colega e a professora, o colega de outra turma e os outros professores e, assim, todos da escola, todos os de fora, todas as pessoas.
Estruturalmente, cada turma tem uma professora referência. Os Infantis 1 e 2 contam com uma estagiária auxiliar. Todas as turmas têm aulas especializadas de artes, música e educação física, e, a partir do Infantil 3, inglês; essas aulas contam com professores especializados.

Ensino Fundamental I

Na Éspasso Escola, o Ensino Fundamental I, que vai do 1º ao 5º ano, busca desenvolver uma transição agradável e gradativa da Educação Infantil e fortalecer as crianças para que possam enfrentar com consistência e autonomia o Ensino Fundamental II. Cada turma tem um professor referência e quatro professores especializados – de arte, educação física, inglês e música.
Recebemos as crianças no 1º ano com muito cuidado, pois compreendemos que a formalização do conhecimento que se faz nesse período deve ser um trabalho agradável, consistente, que ofereça marcas positivas para nossos pequenos estudantes. Assim, buscamos manter uma rotina mais flexível, com muitos horários de brincadeiras lúdicas e jogos coletivos, mas não deixamos de trabalhar com todas as propostas desenvolvidas no segmento.

Nos anos seguintes o trabalho vai, gradativamente, se intensificando. Os projetos de pesquisa vão sendo desenvolvidos com textos cada vez mais sofisticados, o que possibilita questionamentos mais elaborados.

Em matemática, buscamos trabalhar constantemente com materiais concretos, desafios e jogos diversos. As crianças são estimuladas a relatar o modo como pensam, a compreender como o colega pensou e a procurar diversas estratégias para alcançar os resultados.
Na área de língua portuguesa, além do trabalho regular, cada série estuda cuidadosamente três gêneros textuais, um por trimestre. Assim, possibilitamos que as produções textuais de nossos pequenos escritores apresentem mais qualidade e consistência. Desenvolvemos, também, um trabalho sistemático com poesias, realizando bimensalmente nossas Tardes Poéticas, um espaço onde as crianças são convidadas a recitar e apreciar poesias diversas.
Ainda realizamos Feiras de Trocas, onde nossos pequenos trazem de casa aquilo que eles não usam mais, mas que ainda está em bom estado, para tocar com os colegas.

Finalmente, vale pontuar que a arte permeia todas as propostas desenvolvidas neste segmento.

Concluímos o ciclo no 5º ano. Além de finalizarmos todo o trabalho desenvolvido nos anos anteriores – especialmente no que se refere ao cumprimento das propostas apontadas pelos PCNs – buscamos preparar nossos meninos para um momento de mais autonomia, sem a referência tão marcada de um professor. É também quando nos despedimos da criança e damos boas-vindas ao adolescente, que começa a se desenvolver.

Ensino Fundamental II

O Ensino Fundamental II abarca as quatro séries finais do Ensino Fundamental, chamadas 6º a 9º anos.

Trata-se de um momento muito difícil para as crianças/adolescentes, suas famílias e também para a escola. O início desta fase, o 6º ano, coincide, quase sempre, com o início da adolescência. Os meninos se desestruturam e quase parece que perdemos todo o aprendizado construído até aqui. Mas logo percebemos que após a desestrutura se segue uma reorganização, agora com mais capacidades.
A escola também se altera. Passa a ter um professor para cada disciplina, que são: Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Matemática, os programas de ensino; Geografia, Ciências e História, os projetos de aprendizagem; Artes Plásticas, Música, Literatura, o espaço da arte; Educação Física. Além disso, oficinas culturais em dois horários semanais.

Nesta fase lidamos permanentemente com a tensão entre a escola e os adolescentes. Buscamos manter vivo o diálogo e a busca de compreensão dos conflitos inevitáveis. E seguimos solidificando o aprendizado que se deu até aqui.